• pt-br
  • de

Associação Escola Suíço-Brasileira

A Associação Escola Suíço-Brasileira, entidade sem fins lucrativos, mantém a Escola Suíço-Brasileira de São Paulo e o Colégio Suíço-Brasileiro de Curitiba. A Associação é dirigida por um Conselho de Administração, eleito pela Assembleia Geral, com mandato de 2 anos, facultada a reeleição.

A Escola Suíço-Brasileira de São Paulo e o Colégio Suíço-Brasileiro de Curitiba oferecem uma educação bilíngue, de nível internacional, que proporciona, além de uma sólida formação cultural, os instrumentos necessários para obter sucesso, tanto no Brasil como no exterior. As escolas oferecem cursos da Educação Infantil ao Ensino Médio, conforme o calendário brasileiro, em regime semi-integral. 

O ensino é bilíngue, em português e alemão, e o currículo inclui ainda os idiomas inglês e francês. Além do Certificado de Conclusão do Ensino Médio e diversos diplomas e certificados de qualificação em línguas, os alunos podem obter o Diploma da Organização do Bacharelado Internacional (IBO), o qual possibilita o acesso a inúmeras universidades internacionais.

A Escola Suíço-Brasileira e o Colégio Suíço-Brasileiro são reconhecidos e apoiados pelo Governo Suíço, pelos Cantões Patronos de Basileia e Argovia, e pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e Secretaria de Educação do Estado do Paraná, respectivamente.

Promover o processo de ensino-aprendizagem em um ambiente que valoriza o pluralismo de ideias e culturas, educando cidadãos para que atuem de forma responsável na sociedade e desenvolvam continuamente a capacidade de reflexão sobre a realidade em que vivem

  • Formação educacional de excelência, que proporciona crescimento intelectual e pessoal;
  • Professores brasileiros e suíços, entre outras nacionalidades;
  • Turmas com número de alunos de acordo com o padrão europeu;
  • Preparação para a certificação em línguas estrangeiras;
  • Programa do diploma International Baccalaureate Organization (IBO);
  • Preparação para o ingresso em universidades brasileiras;
  • Inserção do aluno em ações comunitárias;
  • Atividades extracurriculares.
  • Seja responsável;
  • Tenha formação sólida;
  • Saiba comunicar suas ideias;
  • Tenha qualidades como: organização, flexibilidade, empenho e tolerância;
  • Atue de forma ativa na vida sociocultural;
  • Respeite os direitos e a liberdade do ser humano e do meio ambiente;
  • Tenha conhecimento de suas características físicas, cognitivas e emocionais; e seja capaz de resistir a frustrações e analisar as consequências de seus atos.

Baseados nos ideais de Heinrich Pestalozzi – “aprender e ensinar com a cabeça, o coração e as mãos” – a Escola Suíço-Brasileira de São Paulo e o Colégio Suíço-Brasileiro de Curitiba contemplam o equilíbrio entre o desenvolvimento intelectual e o estímulo às habilidades artísticas, esportivas e sociais. Famoso pedagogo suíço, Heinrich Pestalozzi sugeria, já no começo do século XIX, que os desafios de ensinar e aprender não devem somente preencher, no sentido da formação intelectual, as impressões de sentido com significado, mas também a formação habitual do fomento de valores. A formação física, por exemplo, por meio de atividades extracurriculares como um acampamento ou as próprias aulas de Educação Artística, é indispensável para o desenvolvimento integral da personalidade.

Top